Netflix: Papa Francisco ganha série sobre sua vida

“Pode Me Chamar de Francisco”, série produzida originalmente pela Netflix, retrata a juventude de ninguém menos que um dos mais carismáticos papas católicos de toda a história, à época em que ainda era conhecido como Jorge Bergoglio.

Sua entrada na ala jesuíta da Igreja, seu período na Alemanha e até o momento em que estava próximo da aposentadoria e foi surpreendido pela renúncia do Papa Bento XVI, fazem parte dos quatro episódios da programação, dividida por 50 minutos cada.

Escrito e dirigido pelo italiano Daniele Luchetti, “Pode me Chamar de Francisco” mostra a juventude do papa em Buenos Aires, na década de 1960. A série também passa pela Guerra Suja argentina nos anos 1970 e 1980, e segue a jornada do padre, até ele se tornar o primeiro pontífice Sul-Americano da história da Igreja, em 2013.

Rodrigo De La Serna e Sergio Hernandez são os atores que dividem o papel principal, representando fases diferentes da vida de Francisco. Mercedes Morán, Muriel Santa Ana, Álex Brendmuhl e Maximilian Dirr completam o elenco.

“Pode Me Chamar de Francisco” já está disponível no catálogo do serviço de streaming e você pode assistir quando e onde quiser, através do aplicativo.

 

 

Texto: Estado de São Paulo
Adaptação: Agência Minha Paróquia

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *